preloader

Conselhos para viver as 3 dimensões fundamentais da Quaresma

O sacerdote, escritor e funcionário da Secretaria de Estado do Vaticano, Mons. Florian Kolfhaus, co...


Saiba Mais

5 coisas que deve saber sobre a Quaresma

A Quaresma é um tempo litúrgico em que por 40 dias a Igreja chama os fiéis à penitência e à co...


Saiba Mais

7° Domingo do Tempo Comum

A liturgia do sétimo Domingo do Tempo Comum convida-nos à santidade, à perfeição. Sugere que o ...


Saiba Mais

Mais Notícias

.

6° Domingo do Tempo Comum

A liturgia deste domingo garante-nos que Deus tem um projeto de salvação para que o homem possa chegar à vida plena e propõe-nos uma reflexão sob...

Saiba Mais
.

Hoje é celebrada Nossa Senhora de Lourdes

"Vocês não são obrigados a acreditar em mim, mas posso apenas lhes dizer o que vi e ouvi". (Bernadete Soubirous) Bernadete encontrou Nossa Senho...

Saiba Mais
.

Dia Mundial dos Enfermos

Na data dedicada à Nossa Senhora de Lourdes, a Igreja também celebra o Dia Mundial dos Enfermos. “Vinde a Mim” - as palavras de Cristo dirigidas...

Saiba Mais

Palavra do Padre





Pe. Carlos Alberto Moreira
Pároco

“Cuida dele” (Lc 10,35)

Encerramos mais um ano. E como passou rápido...

Neste ano de 2019 fomos convidados pela liturgia a refletir nossa caminhada de cristãos por aquele que, como médico, e talvez por isso mesmo, nos levou a conhecer um órgão de Deus, se assim podemos dizer, que pulsa o amor e, por isso, gera misericórdia: o coração.
Na sua etimologia misericórdia que é uma expressão latina (misere-ter compaixão; e cordis-coração), ter compaixão do coração, ou seja, capacidade de sentir aquilo que a outra pessoa sente; aproximar seus sentimentos dos sentimentos de alguém, ser solidário.
O coração do Evangelho de Lucas é a misericórdia de Deus que se volta para os menos favorecidos e esquecidos. Já no início do seu relato ele coloca nas palavras de Maria o que iria nos mostrar em seu relato evangélico “olhou para humildade de sua serva... Santo é seu nome e sua misericórdia se estende de geração em geração...”(Lc 1,48-50); e porque não lembrar do canto de Zacarias “para exercer a sua misericórdia em favor de nossos pais” (Lc 1,72).
Assim nosso doutor, convertido, companheiro de Paulo, nos leva a um caminho, porque não dizer aquele mesmo que descia de Jerusalém para Jericó e que nos faz encontrar tantos caídos à margem da estrada e neste caminho sermos chamados a exercer a nossa misericórdia.
No caminho da vida, o convertido nos ensina a converter-nos. Para ele não importa quem esta ali caído, mas o que posso fazer para erguê-lo.
Talvez por ser médico coloque na boca doente samaritano essa palavra “cuida dele”. Cuidar é curar, tomar conta, interessar-se medicar, ocupar-se de olhar, velar, zelar. E ao colocar esse pedido na boca do samaritano, faz com que este mesmo pedido chegue aos nossos ouvidos e principalmente ao nosso coração, para que esse ressoo desperte em nós misericórdia. Faz-nos olhar ao redor e percebermos que não estamos sós. Leva-nos a tomar atitudes de proximidade na certeza de que é nos aproximando que perceberemos a dor do outro e não olhando de soslaio. Aproximar sem medo de contaminarmos, mas com a convicção de que nós é que contaminaremos o outro com o nosso amar e que esse contágio pode trazer vida nova a quem contaminamos.
“Cuida dele” diz o samaritano ao dono da hospedaria, em nossas preces rezamos assim por todos que estão à margem, caídos pelos caminhos, não tenhamos medo de achar que estamos “perdendo tempo” e assim fechados em nós mesmos, vivemos no nosso mundo, alheio ao que se passa ao nosso redor. Vamos também crer que outros estão elevando essa prece também para nós.
“Um amigo me chamou para cuidar da dor dele. Pus a minha no bolso e fui...” Uns dizem que é de Clarice Lispector outros de Cecília Meirelles, não importa de quem é, mas o que diz.
Quero aqui com esta pequena reflexão deixar minha mensagem para este ano que se inicia: “Sejamos misericordiosos, como o Pai é misericordioso” (Lc 6,36-38); “Cuida dele” seja quem for e em quais circunstâncias forem.
Celebrar o Natal, é celebrar o cuidado de Deus conosco. ”Ele se fez carne e veio morar no meio de nós”. Aproximou-se.
Deixe que o menino Deus reacenda em você a chama do Amor Divino.
Queremos um 2020 melhor, cuide-se cuidando dele, o outro.


Redes Sociais

Acompanhe a Paróquia Senhor Bom Jesus do Matozinhos nas Redes Sociais.

video-thumbnail

TV
Bom Jesus

Eventos

.

26

FEV

Celebrações Quarta-feira de Cinzas

Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus do Matozinhos - Rua Padre Francisco Rey, 54, Centro

.

06

OUT

8° Aniversário do Terço dos Homens

Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus do Matozinhos

Dízimo, expressão de Fé em Deus
e compromisso com a Igreja.

Quero Ser Dizimista
. . . . . . . . . .
 Paróquia Senhor Bom Jesus do Matozinhos